DOCS – RÁDIO RENASCENSA

  1. clip-image002.jpg
  2. clip-image002-thumb.jpg
  3. clip-image004.jpg
  4. clip-image004-thumb.jpg
  5. clip-image007.jpg
  6. clip-image007-thumb.jpg
  7. clip-image010.jpg
  8. clip-image010-thumb.jpg
  9. clip-image012.jpg
  10. clip-image012-thumb.jpg
  11. clip-image014.jpg
  12. clip-image014-thumb.jpg
  13. clip-image016.jpg
  14. clip-image016-thumb.jpg
  15. clip-image016.jpg
  16. clip-image018.gif
  17. clip-image018-thumb.gif
  18. clip-image020.gif
  19. clip-image020-thumb.gif
  20. clip-image022.jpg
  21. clip-image022-thumb.jpg
  22. clip-image024.jpg
  23. clip-image024-thumb.jpg
  24. clip-image026.jpg
  25. clip-image026-thumb.jpg
  26. clip-image028.jpg
  27. clip-image028-thumb.jpg
  28. clip-image030.jpg
  29. clip-image030-thumb.jpg
  30. clip-image032.jpg
  31. clip-image032-thumb.jpg
  32. clip-image034.jpg
  33. clip-image034-thumb.jpg
  34. clip-image035.gif
  35. clip-image035-thumb.gif
  36. clip-image037.jpg
  37. clip-image037-thumb.jpg
  38. clip-image038.gif
  39. clip-image038-thumb.gif
  40. clip-image039.jpg
  41. clip-image039-thumb.jpg
  42. clip-image040.jpg
  43. clip-image040-thumb.jpg
  44. clip-image0082.gif
  45. clip-image0082-thumb.gif
  46. clip-image042.jpg
  47. clip-image042-thumb.jpg
  48. clip-image043.gif
  49. clip-image043-thumb.gif
  50. clip-image0083.gif
  51. clip-image0083-thumb.gif
  52. clip-image005.gif
  53. clip-image005-thumb.gif
  54. clip-image002.jpg
  55. clip-image002-thumb.jpg
  56. clip-image004.jpg
  57. clip-image004-thumb.jpg
  58. clip-image007.jpg
  59. clip-image007-thumb.jpg
  60. clip-image010.jpg
  61. clip-image010-thumb.jpg
  62. clip-image012.jpg
  63. clip-image012-thumb.jpg
  64. clip-image014.jpg
  65. clip-image014-thumb.jpg
  66. clip-image016.jpg
  67. clip-image016-thumb.jpg
  68. clip-image016.jpg
  69. clip-image016.jpg
  70. clip-image018.gif
  71. clip-image022.jpg
  72. clip-image018-thumb.gif
  73. clip-image020.gif
  74. clip-image020-thumb.gif
  75. clip-image022-thumb.jpg
  76. clip-image024-thumb.jpg
  77. clip-image026.jpg
  78. clip-image026-thumb.jpg
  79. clip-image028.jpg
  80. clip-image028-thumb.jpg
  81. clip-image030.jpg
  82. clip-image030-thumb.jpg
  83. clip-image032.jpg
  84. clip-image032-thumb.jpg
  85. clip-image042.jpg
  86. clip-image042-thumb.jpg
  87. clip-image016.jpg
  88. clip-image016.jpg
  89. clip-image016.jpg
  90. clip-image022.jpg
  91. clip-image022-thumb.jpg

História

A primeira vez que se ouviu falar no projecto da Rádio Renascença (RR) foi no ano de 1933, num artigo da também já existente Revista Renascença, que se intitulava “Para um posto emissor ao serviço dos católicos”. Este artigo deu origem a um movimento de união e de opinião por parte de algumas pessoas, em especial pelo Padre Lopes da Cruz (durante seis anos manteve uma rubrica na revista a defender a ideia), interessadas em levar esta solitária ideia avante.

clip_image002De todo o país começaram a chegar donativos, objectivando a ideia lançada. Demonstrando este clima de união e de querer, em 19 de Março de 1934, o então Patriarca de Lisboa na altura, o Cardeal D. Manuel Gonçalves Cerejeira proferiu estas palavras bem elucidativas: "Abençoamos gratamente os esforços para dotar Portugal com uma Estação Emissora de Radiotelefonia que possa competir com perfeição técnica com qualquer outra e bastar às necessidades modernas do Apostolado Católico. Nisto é preciso ver longe e largo. Como com a Imprensa, o que se fizer, deve ser feito com coragem, com largueza, com confiança”1. Seria este mesmo Cardeal que em 1938 aprovaria os estatutos da Liga dos Amigos da Rádio Renascença, “uma associação de Direito Canónico destinada a apoiar o esforço de equipamento técnico da Estação”2.

Fruto deste movimento, tiveram lugar em Junho de 1936 as primeiras experiências regulares com um emissor instalado na Charneca (Lisboa).

clip_image004No entanto, a verdadeira data que marca oficialmente o “nascimento” da RR com a transmissão de emissões diárias em Onda Média e Onda Curta é o dia 1 de Janeiro de 1937. Neste dia, o Padre Lopes da Cruz, aproveitando que era a primeira vez que a rádio ia para o ar, lançou um repto aos ouvintes, pedindo-lhes que a ouvissem, que divulgassem a notícia e que lhe transmitissem informações sobre o modo como recepcionavam e ouviam a emissora – bebé. Como já era de esperar, devido ao enorme esforço dedicado pelas pessoas envolvidas no projecto, o resultado era, e foi um sucesso.

Depois do sucesso desta primeira emissão, não pararam de chegar cartas e telefonemas de felicitação à redacção da Revista Renascença (de inicio, e como o nascimento da RR se ficou a dever à revista, estes funcionaram como suplemento um do outro e em conjunto).

clip_image007Entretanto, um mês depois da primeira emissão, os estúdios da RR na Rua Capelo ficaram prontos, e a Estação de rádio pôde contar com uma “casa” própria, e que ainda hoje lá se mantém. A 10 de Abril de 1938 dá-se a oficialização da RR como membro da Acção Católica Portuguesa, tendo ficado o Padre Lopes da Cruz com a responsabilidade do desenvolvimento deste projecto.

Elaborados também nesse ano, os estatutos da RR (Março de 1938) referiam como sendo prioritário a construção de postos emissores de radiodifusão, bem como de televisão assim que fosse possível, para desta forma abranger todo o território nacional.

Etapa a etapa, dando sempre passos seguros e no caminho do desenvolvimento sustentável, a Emissora nunca mais parou de crescer. Nunca esquecendo a sua matriz e génese Católica, a RR sentia-se na obrigação de ser diferente das outras. Não pretendia apenas chegar aos ouvidos das pessoas com o mesmo conteúdo a que elas já estavam habituadas. Pretendia ser uma boa rádio, e este foi o caminho, aliás como ainda hoje se mantém. “A causa da Rádio Renascença é a causa da Igreja e também a causa de Portugal”3.

Numa altura em que a RR tinha praticamente montada a actual rede de emissores, vê o seu plano ser interrompido pela ocupação das suas instalações e destruição dos emissores da Buraca, durante o período revolucionário de 1974/75 levado a cabo por forças que tudo pretendiam subverter, inclusive até a própria Igreja.

No entanto, em finais de Dezembro de 1975 a RR foi devolvida à Igreja e a 1 de Janeiro de 1976 as emissões voltaram à normalidade. O plano de construção de postos emissores de radiodifusão foi retomado, fazendo chegar a Emissora Católica a várias partes do Globo.

Tendo na década de 80 alcançado a liderança absoluta de audiências de rádio, a RR sente-se na necessidade de criar novos projectos, permitindo assim expandir este fenómeno de sucesso.

clip_image010É deste modo que, coincidindo com a comemoração dos 50 anos de existência, decide lançar uma nova estação, a RFM, uma estação diversificada mais ligada à música, ao entretenimento e ao bom humor. A Renascença passa, assim, a emitir duas programações distintas, ambas 24 horas por dia. A da Rádio Renascença (OM e FM nacionais) e a RFM (FM estéreo nacional). Além destes canais, a RR emite também programação regional em OM e FM a partir de estúdios próprios, estrategicamente instalados nas cidades sedes de Dioceses, como Évora, Viseu e Braga.

É também ao longo da década de 80 que a RR se empenha a levar em frente um projecto antigo, a criação de uma televisão da Igreja. Este projecto é-lhe recusado pelo Governo, no entanto não se conformando, dá início ao processo de criação da TVI, este sim aprovado. No entanto, algum tempo mais tarde vê-se substituída na direcção da Estação televisiva e decide abandonar a ideia e os projectos ligados à imagem. Nem o facto de ter acabado de sair de uma “aventura” menos feliz faz com que a RR estagne. Como prova do seu dinamismo em querer sempre ser melhor, em 1991 juntamente com diversas rádios locais inaugura a Associação de Rádios de Inspiração Cristã (ARIC). Esta Associação pretendia a colaboração entre as mais de 60 rádios que dela faziam parte, incluindo o apoio técnico à emissão conjunta de programas. Posteriormente, em 1992 viria a ser também constituída a Associação de Imprensa Cristã (AIC).

A crescente notoriedade, fez com que fosse procurada por outras rádios de inspiração cristã europeias, e em Março de 1994 é constituída a Conferência Europeia de Rádios Cristãs (CERC), que reúne para além da Renascença. Rádios de Espanha, França, Holanda, entre outras.

clip_image012Os anos 90 só vieram confirmar ainda mais o estatuto alcançado ao longo dos anos de existência: a RR era rádio mais ouvida em Portugal. Quando a decisão de utilizar a transmissão via satélite foi tomada, os limites deixaram de existir. A Voz da Emissora Católica passou a ser difundida por todo o mundo, permitindo aos portugueses, em especial aos nossos emigrantes, acompanhar e quebrar as fronteiras físicas que os separam da sua Pátria.

Em 1998, depois da Renascença (génese) e da RFM, dá-se o lançamento da terceira estação do já designado Grupo Renascença. Desta vez a MEGA FM. Uma rádio virada para os jovens, feita por jovens, com conteúdos que vão de encontro aos seus gostos. É uma rádio sobretudo musical que emite apenas para já em Lisboa, no Porto e em Coimbra.

Chegados ao ano 2000 o Grupo Renascença continua líder, contabilizando mais audiências do que o total das restantes rádios nacionais e regionais. Fazendo jus à sua linha de orientação, conservando a perenidade dos preceitos do Humanismo Cristão, mas nunca descurando a abertura à inovação, é com grande naturalidade que a Renascença adere às novas tecnologias da comunicação e em especial a internet. A Emissora Católica passa a transmitir para todo o mundo as emissões das suas três estações em sinal directo (RR – www.rr.pt / RFM – www.rfm.pt / MEGA FM – www.megafm.pt).

clip_image014Actualmente, o Grupo Renascença acaba de se expandir, com a criação de mais uma estação de rádio, a Rádio SIM. É uma estação, que tal como um dos seus slogans indica: “Rádio SIM, uma rádio de hoje, com as músicas do seu tempo!”, é sobretudo dedicada a conteúdos musicais.

Para além de projectos na área da rádio, o Grupo disponibiliza ainda um jornal online gratuito, “Página 1”, através do qual o público interessado tem disponível diariamente de Segunda a Sexta-feira, a partir do período da tarde, o essencial da informação em formato PDF. Os interessados têm ainda ao seu dispor um serviço que lhes permite receber o “Página1” no seu e-mail sem preocupações.

A Rádio Renascença é hoje, “uma sociedade por quotas, com Capital Social de € 7.500.000,00 e pertence 60% ao Patriarcado de Lisboa e 40% à Conferência Episcopal Portuguesa”4.

1.2- Linha Editorial

Assumidamente uma rádio católica, a Renascença rege-se desde o seu início, pelo rigor e isenção, pela seriedade, nunca esquecendo as questões éticas e morais.

Como qualquer outro meio de comunicação social, também a RR contribui directa ou indirectamente para a formação de opinião do público. No entanto, por ser uma rádio de influência cristã, não quer dizer que encete uma cruzada a favor da propagação da fé no Cristianismo. Assume a sua génese e a sua orientação, e isso ficou demonstrado há bem pouco tempo, quando se colocou contra a legalização do aborto, assumindo uma posição marcadamente contra.

clip_image016

Ainda hoje mantém a Nota de Abertura, um espaço editorial em que, sempre que necessário, se faz uma crítica dos acontecimentos da actualidade, à luz dos valores fundamentais da pessoa humana, dando, deste modo, uma visão cristã da vida.

Tudo isto faz, com que se tivesse criado uma rádio de excelência, que procura estar sempre ao lado dos seus ouvintes, proporcionando-lhes conteúdos programáticos, passatempos, música, informação desportiva, noticiários e temas da actualidade. A informação da Renascença sempre marcou a diferença, pela sua objectividade e pelo rigor com que é tratada.

1.3 - Linha Gráfica

Uma rádio é também uma empresa. Como tal não se pode manter alheia ao desenvolvimento e ao progresso, sob pena de perder terreno para os concorrentes, tendo por isso necessidade de evoluir, de forma a se actualizar e fazer também actualizar quem a escuta.

A Rádio Renascença, como empresa que é, também sentiu essa necessidade e acima de tudo a obrigação. Não alterando de forma alguma os valores da marca, a RR procura manter a sua personalidade e actualidade.

Classificada como uma rádio responsável, rigorosa, credível, amiga, animada, positiva, actual e transversal, neste momento aposta num processo de rejuvenescimento através do seu posicionamento “A Boa Onda da Rádio”, mantendo-se fiel a ela própria e apostando também, como não poderia deixar de ser, nas novas tecnologias às quais se tem aliado.

As imagens abaixo comprovam isso mesmo.

clip_image018

clip_image020clip_image022clip_image026clip_image024

clip_image028clip_image030clip_image032

1.4- Frequências

clip_image034clip_image035

clip_image037

clip_image038

clip_image039

clip_image040

FM

OM

FM

FM

FM

ARRÁBIDA

105.8

89.9

AVEIRO

102.5

97.4

105.6

BORNES

89.6

101.1

BRAGA

576

101.1

89.7

BRAGANÇA

105.7

981

99.5

CASTELO BRANCO

1251

CHAVES

1251

COIMBRA

981

90.0

ELVAS – CIDADE

102.3

ELVAS – VILA BOIM

99.8

107.1

ÉVORA

927

FÓIA

98.6

104.9

GARDUNHA

103.4

99.5

GUARDA

90.2

981

104.0

LAMEGO

98.6

106.2

LISBOA

103.4

9.2

92.4

LOUSÁ

106.0

91.7

MAROFA

94.2

103.0

MAUNÇA

95.1

107.7

MENDRO

96.5

100.9

MINHÉU

89.8

102.6

MONTE DA VIRGEM

93.7

104.1

MONTEJUNTO

90.2

106.8

MUGE

594

MURO

103.4

90.4

PORTO

1251

90.6

RIO MAIOR

92.6

RIO MAIOR

99.5

SÃO MAMEDA

95.3

101.1

SÃO MIGUEL

103.8

89.6

SEIXAL

963

SINTRA

105.0

106.6

88.0

VALENÇA

100.5

95.4

VALONGO

106.2

VILA DO CONDE

88.6

VILA REAL

981

101.1

VILAMOURA

981

VISEU

1251

103.6

99.4

clip_image008[2]

Fonte: Rádio Renascença – [http://www.rr.pt/grupoRR/frequencias_grupo.aspx];

1.5- Tabela de Audiências

clip_image042

clip_image043

Fonte: Marktest – [http://www.marktest.com/wap/a/n/id~11bc.aspx];

1.6- Ficha Técnica

Conselho de Gerência

Presidente – Cónego João Aguiar Campos

Gerentes - José Luís Ramos Pinheiro

Gonçalo Cruz Faria de Carvalho

Luís Manuel David Soromenho de Alvito

Luís Torgal Ferreira

Equipa de Direcção

Secretário-Geral – António Corrêa d’Oliveira

Director Geral de Coordenação – António Sala

Director de Programas da RR – Nelson Ribeiro

Director de Programas da RFM – António Mendes

Director de Programas da MEGA FM – Nelson Cunha

Director de Informação – Francisco Sarsfield Cabral

Director de Informação Desportiva - António Ribeiro Cristóvão

Director Financeiro - Luiz Faria Ribeiro

Directora de Recursos Humanos – Lilian Pinto Coelho

Director de Relações Institucionais – Henrique Tavares e Castro

Director de Marketing – João Xavier Lobo

Director Técnico – Rui Papoila Magalhães

Coordenador da Acção Religiosa – José Eduardo Borges de Pinho

Directora Gabinete de Produção – Isabel Figueiredo

Director Adjunto da Direcção Técnica – João Ramos

Director Adjunto da Direcção Financeira – António Machado Silva

Director Adjunto do Centro de Produção do Porto – Joaquim Carmo da Fonseca

Assistente Religioso em Lisboa – P. Peter Stilwell

Assistente Religioso no Porto – P. Jorge Duarte

clip_image008[3]

Fonte: Rádio Renascença; [http://www.rr.pt/grupoRR/historial4.aspx];

1.7- Contactos

Sede e Estúdios Centrais

Rua Ivens, 14

1249-108 Lisboa

Tel: 21 3239200

Fax: 21 3239220

Endereço electrónico: rp@rr.ptinfo@rr.pt

Renascença Chaves

Lgº Caetano Ferreira, Apartado 149 – 5401 Chaves

Telefone: 276332133

Renascença Braga

Rua Stª Margarida, 2A – 3º – 4710 Braga

Telefone: 253214775 Fax: 253613269

Renascença Porto

Rua Dr. António Luís Gomes, n.º 138 C – 4400-125

Vila Nova de Gaia

Telefone: 222062300 Fax: 222062315

Renascença Viseu

Largo de Santa Cristina – 3500-181 Viseu

Telefone: 232436555 – 232422506 Fax: 232421010

Renascença Leiria

Av. Marquês de Pombal, Lote 14 – 358F Apartado 4008 – 2411-901 Leiria

Telefone: 244815171 Fax: 244812095

Renascença Voz de Lisboa

Rua Ivens, 14 – 1294-108 Lisboa

Telefone: 213239373/4 Fax: 213239270

Renascença Elvas

Largo de São Domingos, 9 – 7350-014 Elvas

Telefone: 268628180 Fax: 268628818

Renascença Évora

Rua Vasco da Gama, 18 Apartado 98 – 7000-941 Évora

Telefone: 266706803 Fax: 266701047

clip_image005

1Internet: declarações citadas no site www.rr.pt [http://www.rr.pt/grupoRR/historial.aspx] ;

2Idem

3 Internet: declarações do Patriarca de Lisboa D. António Ribeiro na Missa comemorativa dos 40 anos da Rádio Renascença, citadas no site www.rr.pt [http://www.rr.pt/grupoRR/historial.aspx] ;

4 Internet: www.rr.pt [http://www.rr.pt/grupoRR/historial.aspx]

 

 

Trabalho realizado por:

Duarte Dias
António garcias

Posted in:
About the Author

João Simão

Docente e investigador em Ciências da Comunicação. Estuda as áreas do jornalismo, multimédia, novas tecnologias e plataformas de comunicação. Redes sociais e sociabilidade. Director do projecto COMUNICAMOS. Director de informação da UTAD TV

One Comment

Leave a Reply